Lupa leva ajuda na primeira semana, já nossa inep…

Interessante que a Inepar vive seu inferno astral há 14 anos. Depois do período de apostas altas, nunca mais conseguiu a confiança 1) do mercado, 2) dos bancos ou 3) de qualquer um que fosse. Apenas os minoritários possuem uma pequena esperança de ver o turnaround concluído.

Já a Lupatech, ao primeiro sinal de dívidas defaultadas já recebe uma injeção de ânimo de um de seus principais sócios, o BNDES, mesmo que a carteira de pedidos dessa seja três vezes menor que inepar, e que inepar tenha metade de sua dívida fiscal, além de quitar 70% das dívidas principais com o próprio BNDES.

O BNDES, apesar de parecer ajudar, não quer virar sócio.

A CVM, apesar de levar o processo adiante, joga obstáculos onde ninguém vê.

O Banco do Brasil trava os dividendos por quase seis meses.

Fundos independentes começam a se desfazer do papel, que cria barreira.

O ME é a ovelha negra, e talvez sua morte (financeira) seja a salvação da empresa, e não do Atilano.

Não acredito em milagres, só que de nenhum dos dois lados.

Comments are closed.