IMB – Governar menos para empreender mais

Alguns trechos da excelente entrevista com Helio Beltrão:

“O saudoso Millôr Fernandes dizia que “a inflação está para a economia assim como a falsificação está para a moeda”.  Millôr tinha razão.  O Banco Central pode criar moeda do nada, tal qual um falsificador.”

“Hoje é racional para um banco tomar esse dinheiro a custo zero e comprar um estoque de papel higiênico, que ao menos se valoriza com a inflação.  O papel-moeda do Fed, portanto, se tornou pior que papel higiênico!”

“Parece-me que o Brasil se assemelha mais a um modelo de capitalismo de estado do que a China. (…) Ser empresário hoje significa estar próximo do “rei” ou participar da corte.”

“O Brasil está entrando na fase de contração do ciclo econômico descrito pela teoria dos ciclos da Escola Austríaca. (…) … a restrição no crescimento da oferta monetária iniciada em meados de 2011 não apenas arrefeceu o crescimento econômico (artificial), como também está elevando a inadimplência das empresas e famílias.”

Fonte: Instituto Ludwig von Mises Brasil.

Comments are closed.