O Retorno de Jedi

December 31, 2011 in Home Video

Star Wars: Episode VI – Return of the Jedi. EUA, 1983. Direção: Richard Marquand. Roteiro: Lawrence Kasdan, George Lucas. Elenco: Mark Hamill (Luke Skywalker), Harrison Ford (Han Solo), Carrie Fisher (Princess Leia), Billy Dee Williams (Lando Calrissian), Anthony Daniels (C-3PO), David Prowse (Darth Vader), Peter Mayhew (Chewbacca), Kenny Baker (R2-D2), Frank Oz (Yoda (voice)), Alec Guinness (Ben ‘Obi-wan’ Kenobi).

Conclusão da maior história espacial já contada aumenta abordagem intimista.

Hora de assistir novamente a conclusão da saga de George Lucas, dessa vez após ter visto a nova trilogia e o significado que ela insere na antiga (em especial “A Vingança dos Sith”). Uma direção de arte cada vez mais impecável, que consegue equilibrar o tema espacial com a fantasia por trás da história. Quando C3PO narra a aventura épica dos personagens em torno da fogueira é o momento mais icônico e que melhor representa o conceito por trás das lendas filmadas de Star Wars. Parece não haver mais o que acrescentar a este universo, embora a direção aqui se mostre mais pausada, madura e consciente de seu final mais trágido que de costume.

Apesar de nossos heróis, é inegável que tudo converge para Darth Vader, e é ele quem rouba a cena, mesmo quando não está presente. É uma figura ameaçadora que foi crescendo a cada filme, onde agora tudo passa a girar em torno dele; até o Imperador, seu mestre, apenas existe para guiar seu pupilo por meio das trevas do Lado Negro da Força e impedir que Luke se torne um Jedi. O sentido da “Guerra nas Estrelas” e suas batalhas converge para a luta entre o bem e o mal, ainda em uma época em que esses conceitos eram muito bem definidos e onde o bem ainda não era relativo, como gostaria que fosse o Imperador Palpatine. Nesse sentido, a inversão temporal das trilogias ganha mais do que perde. Assisti-las em qualquer ordem lhe dará uma visão diferente dos fatos.